Luas de sangue: especialistas em profecias apontam sinais do apocalipse

luadesangue

De tempo em tempos especialistas em profecias apontam para os sinais de cumprimento de alguma revelação bíblica. Os próximos dois anos serão marcados por diversos “sinais nos céus”, já conhecidos e previstos pela astronomia. Para eles, trata-se claramente da abertura de um dos selos descritos em Apocalipse 6.

O primeiro “alerta para a igreja” veio em 2008, quando o assunto foi levantado pelo pastor Mark Biltz, que é descendente de judeus. Ele afirmava ter feito uma descoberta surpreendente. Biltz estava estudando as profecias sobre o Sol e a Lua desde Gênesis, onde a Bíblia afirma que os luzeiros no céu serviriam “para sinais e para as estações do ano”.

“O termo em hebraico implica que não é apenas um sinal, mas um sinal da Sua vinda.” esclarece. Biltz diz ainda que a palavra traduzida como “estações” tem o sentido de “tempo determinado”, implicando na comemoração das festas estabelecidas por Deus no Antigo Testamento e que seguem o calendário lunar adotado pelos judeus.

Ele lembra de textos como Joel 2:31: “O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes de chegar o grande e terrível dia do SENHOR”, repetido em Atos 2:20. Também aponta para Mateus 24:29-30, quando Jesus diz “o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz. … E então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem” e Lucas 21:11: “haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu”.

“Deus quer que olhemos para o calendário bíblico, pois ele vai sinalizar sua vinda… precisamos estar atentos às festividades bíblicas, pois são todas proféticas”, afirma Biltz, pastor da igreja El Shaddai em Bonney Lake, Washington. Ao fazer uma análise sobre o fenômeno conhecido como “lua de sangue”, que ocorre quando o Sol fica em frente à Lua no firmamento, Biltz notou que esse tipo de eclipse lunar ocorreria justamente durante as festas bíblicas em 2014 e 2015. O pastor acredita que ao se tratar de sinais na terra, como fomes, pestes e guerras, a humanidade já está acostumada a ouvir falar, mas não ocorrer o mesmo quando são sinais no céu.

Convencido da importância desse fator, o pastor John Hagee fez um estudo aprofundado sobre esses eventos. Este ano, lançou um livro e um DVD com o título “Four Blood Moons: something is about to change” [As 4 luas de sangue: algo está prestes a mudar]. Ele explica que usou as projeções da NASA, relatos históricos e a Bíblia. Para Hagee existe uma conexão direta entre os quatro próximos eclipses lunares (lua de sangue) e “o que eles anunciam para Israel e para toda a humanidade.”

Seu argumento principal é que ao longo dos últimos 500 anos, três luas de sangue ocorreram no primeiro dia da Páscoa. Estas aparições estão ligadas a alguns dos dias mais importantes da história judaica:

1492 – o último ano da Inquisição espanhola, quando os judeus foram expulsos da Espanha 1948 – proclamação do Estado de Israel e a Guerra da Independência

1967 – início da guerra dos Seis Dias, quando Israel lutou contra nações árabes e reconquistou Jerusalém como parte de seu território

“Cada corpo celeste é controlada pela mão invisível de Deus, o que sinaliza eventos futuros para a humanidade. Não há acidentes no movimento solar ou lunar”, argumenta Hagee. Para ele é de extrema importância que os cristãos entendam estes sinais proféticos que apontam para a Segunda Vinda de Jesus.

Mais recentemente, o pastor Steve Cioccolanti, da Igreja Discover, na Austrália, produziu um longo vídeo em formato de DVD (também disponível no Youtube) sobre os “Os 8 Supersinais nos céus antes do 70º Aniversário de Israel).

Segundo ele, tudo o que Deus prometeu na Bíblia está relacionado com Israel e o povo judeu. Falando sobre as raízes hebraicas das profecias sobre o fim tempo, ele aponta oito sinais que serão vistos no céu antes do aniversário dos 70 anos da restauração de Israel. Por que o número 70 é importante? Cioccolanti explica: “Porque Israel ficou 70 anos no cativeiro babilônico e demorou 70 anos entre o nascimento de Jesus e a destruição do templo em Jerusalém. Portanto, é algo muito importante o fato de Israel estar prestes a completar 70 anos desde seu renascimento como nação, em 1948.”

Ele faz longas observações tentando explicar os oito sinais, juntamente com algumas observações sobre as datas que eles acontecerão. Para ele a questão é simples, esses sinais provavelmente “nunca mais ocorrerão nessa sequencia” e alerta: “irão começar em breve”. Lembra ainda que no Talmude, livro judeus de Interpretação da lei, ensina “Quando a lua estiver em eclipse, é um mau presságio para Israel. Se a sua face for tão vermelha quanto o sangue, a espada [guerra] está vindo ao mundo”. Para o judaísmo, a Lua é um sinal para Israel, enquanto o Sol é um sinal para os gentios [resto do mundo].

1 – Cometa Ison (28 de novembro de 2013) – A NASA já divulgou que este ano veremos um cometa com cauda brilhante como a lua cheia.
2 – Lua de Sangue (15 de abril de 2014) – terá início a “Tétrade”, período em que quatro eclipses lunares consecutivos são todos eclipses totais. Prenuncio de uma guerra mundial sangrenta
3- Lua de Sangue (08 de outubro de 2014) – Festa dos Tabernáculos (Sukkot) no calendário de Israel
4- Eclipse Solar Total (20 de março de 2015) – Um sinal para os gentios. Aniversário da provável data em que Moisés tirou os judeus do Egito
5- Lua de Sangue (4 de Abril de 2015) – Festa dos Tabernáculos (Sukkot) no calendário de Israel
6 – Eclipse solar parcial (13 de setembro de 2015) – Festa das trombetas no calendário de Israel e 7 º aniversário desde a última grande queda do mercado
7 – Lua de Sangue (28 de setembro de 2015) – Superlua, que também é um eclipse lunar. A lua nunca esteve tão próxima da Terra. Esse evento ocorrerá durante a Festa dos Tabernáculos (Sukkot).
8- Virgem vestida de Sol (23 setembro de 2017) – 50º aniversário da reconquista de Jerusalém (Jubileu). Brilho extraordinários da constelação de Virgem, cumprimento da Profecia de Apocalipse 12.
Data profética principal: Dia dos 70 anos da Independência de Israel (14 de maio de 2018), marcando o renascimento da nação.

Paralelo a isso tudo, entre os judeus há um crença parecida, baseada nas profecias do famoso rabino Judah ben Samuel, um fervoroso estudante do Tanach [Antigo Testamento]. Ele foi o fundador do movimento judaico Hasídico. Ele morreu em 1217, mas deixou escritos com suas conclusões. Para muitos, são profecias sobre os últimos “Jubileus”, períodos proféticos de 50 anos, seguindo o texto de Números 25.
1. Desde a data em que profetizou (1217), passariam 6 jubileus (300 anos) até que viessem tomar a cidade de Jerusalém. De fato, os Turcos Otomanos a conquistaram em 1517.
2. A cidade de Jerusalém estaria sob o domínio [dos Turcos Otomanos] durante 8 Jubileus, ou seja, 400 anos. Considera-se cumprida, pois os Turcos ficaram até 1917, quando foram expulsos pelo exército britânico.
3. A cidade de Jerusalém seria uma “terra de ninguém” pelo espaço de 1 Jubileu (50 anos). A Inglaterra atuou politicamente como “Protetorado” entre 1917 e 1967, pois em junho daquele ano o exército de Israel expulsou os árabes da cidade durante a Guerra dos Seis Dias.
4. Os Judeus dominariam a cidade durante 1 Jubileu (1967 até 2017?), ano que marcaria o Jubileu final, que daria início à Era Messiânica. O Yon Kippur (ano novo) será em 30/9/2017.
Uma vez que 2017 de nosso calendário será o ano 5777 do calendário judaico, muitos acreditam que a união de 3 “setes” aponta para perfeição e plenitude, na cultura judaica. Com informações de WND e Christian Post.

Fonte: Gospel Prime

compartilhe

PinIt

15 Comentários: “Luas de sangue: especialistas em profecias apontam sinais do apocalipse

  1. Pr joão Machado

    muito bom estes comentários, são leques que se abrem para servir de análise sobre o que ainda está por vi.
    A Bíblia é um mistério que a cada dia abre uma janela para fatos que a torna mais profética do que nunca.

    responder
  2. Hipolito

    Amados
    ainda neste ano veremos não mais sinais, mas sim o comprimento da palavra, entramos no cavalo amarelo.
    Quando eu digo não mais sinais, é por que os sinais germa margem para inumeras duvidas e interpretações,
    o que veremos agora não serão mais sinais mas sim fatos reais onde não avera duvidas nem margem para interpretação, mas sim a realização da palavra não deixando nenhuma margem para duvidas ou interpretação.
    que DEUS esteja conosco.
    Hipolito Cesar

    responder
  3. MARCUS HUVER

    Realmente as profecias estão cumprindo. As Palavras de DEUS estão bem visíveis. GLORIAS AO PAI , AO FILHO E AO ESPIRITO SANTO !!! JESUS VEM

    responder
  4. Waldek Pícoli

    Pesquisem e verão que já houve (no passado) várias datas marcadas para o mundo acabar. O apocalipse paira nas mentes humanas por séculos. Alguns constroem abrigos em lugares ditos “santo” outros fazem promessas e outros ainda, exploram (o dinheiro) dos anteriores, e o mundo não acaba… Quer ir pro céu? Pratique a máxima das máximas: Não faça aos outros o que você não gostaria que lhe fizessem. Pronto, o céu está garantido para seu espírito quando seu corpo carnal deixar de existir. Quanto ao planeta terra, também deixará de existir quando o sol deixar de brilhar, daqui a aproximadamente 5 bilhões de anos. Viva em paz, fiquem com Deus e deixem de paranoia.

    responder
  5. João Vani8ski da Silva

    Concordo plenamente, há 20 anos estudo e pesquiso os números, agora mesmo estou preparando um estudo sobre o “TERCEIRO DIA” FALA SOBRE O 1º O 2º E O 3º milênio. Deus sempre falou ou manifestou os seus pensamentos por meios de três formas: pelos Números, pelos símbolos e pelos sinais. Não há dúvidas o estudo “LUAS DE SANGUE” está corretíssimo. Paz!

    responder
  6. João Vani8ski da Silva

    Deus sempre falou através dos símbolos, dos sinais e dos números, Não tenho duvidas, o estudo está corretíssimo!
    É importante também olhar para os números, eles estão apontando para o Kairós (tempo de Deus) entender que estamos vivendo o terceiro dia, dia da ressurreição que também é o sétimo, dia de descanso. Numero da graça 3, numero da lei 7, Graça e lei se completam, não há dúvida chegou o Kairós.

    responder
  7. joai

    Eu acredito no fim do mundo por que o próprio jesus quem falou que ele virá mas nem ele sabe o dia ou a hora so deus sabe, muitos relacionam o fim do mundo com a violencia mas o que não podemos esquecer e que a violencia esta relacionada com a falta ee políticas públicas, desemprego, falta de escolas e principalmente a corrupção por parte dos que deveriam lutar por nos.

    responder
  8. Ieda Richter

    Interessante, mas precisamos de muita cautela, e muito cuidado: Jesus disse, Só o Pai saberá

    responder
  9. Jailson Barreto

    Caros,
    Irmão porque ainda duvidam as coisas estão se cumprindo e chegando o tempo final, já aconteceu apenas a primeira lua e a Russia esta invadindo a Ucrânia e vão santificar dois Papas enquanto dois estão assistindo, isso é o inicio do FIM.

    responder
  10. Anônimo

    Estamos em 2014 e isso ja ocoreu observei q este foi escrito no ano passado e acredito no q foi escrito.

    responder
  11. zaqueu basilio de oliveira

    tudo indica que o cenário está sendo montado para a( revelação)ou seja a chegada do antcristo, estamos aguardando o dia do arrebatamento da noiva de Cristo , aquela que está preparada para esse dia!!!

    responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>