Candidata evangélica faz Carlinhos Brown chorar no “The Voice Brasil”

nene de oliveira

Na última quinta, 31, o “The Voice Brasil” encerrou as audições às cegas com a apresentação de Nene Oliveira, 25 anos, moradora de Nova Iguaçu e filha de pastores. Dona de uma voz doce e melodiosa, a candidata declarou que começou a cantar ainda criança na igreja onde seus pais são pastores e não contava com o apoio deles para participar do programa.

Segundo Nene, os pais, acreditam em seu potencial, mas consideram que participar do programa não é a melhor forma seguir sua carreira profissional. Preferiam que a filha cantasse gospel. — Ela me perguntou se eu queria mesmo participar. E se ela pedisse para eu não ir, se faria diferença. Eu disse ‘eu vou’ porque acredito que isso vai mudar a minha vida.

Carlinhos Brown virou a cadeira no último minuto fechando seu time. Impactado com a história da cantora declarou:

Como a minha história se parece com a dela…. O meu avô protestante queria que eu fosse pastor. Pelo lado da família do meu pai, queriam que eu fosse babalorixá. E não tem coisa mais aproximante (sic) dessa divindade do que o canto. Fiquei emocionado — disse ele, já com lágrimas nos olhos: — Eu não sou chorão, hein, eu sou um cara alegre. Mas isso parece comigo. Então, eu quero dizer aos pais dessa menina, que eu sou uma pessoa muito mais feliz. E que eu encontrei Deus nas multidões que me seguem.

Confira a participação de Nene Oliveira:

compartilhe

PinIt

2 Comentários: “Candidata evangélica faz Carlinhos Brown chorar no “The Voice Brasil”

  1. Evânio da silva lopes

    As Igrejas Evangélicas precisam abrir os olhos e as portas para vários cantores gospel que querem louvar a DEUS e
    crescer neste mercado grande da música gospel que o mundo precisa ouvir o louvor ao verdadeiro DEUS, é respon-
    sabilidade dos pastores que tem visão nestes valores dentro das igrejas.

    responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>